Carlos Checa reclama de falta de potencia em sua bicilíndrica


A quarta e sexta colocação de Carlos Checa na Assen Superbike GP tem sido suficiente para sua equipe. Althea Ducati, que se queixa amargamente da falta de velocidade máxima e aceleração do motor bicilíndrico.

 sbk-assen-1-carrera_02

                                       Carlos Checa e Shane Byrne

Checa também falou sobre os mesmos termos: "É evidente a diferença na aceleração em relação ao quatro cilindros, mas o balanço não é tão ruim se você olhar para os meus resultados. Eu não podia fazer mais, mas ainda estamos em quarto eo campeonato é muito longo. "

Com os dados em mãos foi o décimo sétimo piloto checo em questão de velocidade máxima em Assen, registrando 281 kmh, 8 a menos registrada pela marca oficial Aprilia de Max Biaggi. Seu companheiro de equipe, Shane Byrne foi 14 neste, que diz ser um problema generalizado.

carlos-checa-victoria-r2-phillip-island-2010

O problema para a equipe é que a próxima corrida em Monza é um circuito da Copa do Mundo, onde a velocidade máxima é muito importante.

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: