SBK Miller M. Park: E os milhões de euro vai para…


Image

Pode-se dizer que um “raio não cai duas vezes no mesmo lugar” mas, no caso de Max Biaggi (ou de Carlos Checa, depende do ponto de vista), o raio caiu mesmo no mesmo lugar por duas vezes. Checa dominou os acontecimentos durante o fim-de-semana em Miller Motorsports Park, mas, duas desistências ofereceram a dobradinha a Biaggi que devido a queda de Leon Haslam, consegue também assumir a liderança do campeonato.

Na primeira bateria do SBK Checa partiu na frente da concorrência, seguido de Biaggi e, com as lutas pelos lugares seguintes a dominarem as atenções dos espectadores, pois para quem assistiu aos treinos e qualificações, Checa seria o vencedor da corrida sem grandes dificuldades. Mas, a pouco mais de duas voltas do final da primeira bateria, a moto de Checa calou-se, obrigando o espanhol a desistir e deixando Biaggi na liderança até final.

Atrás de Biaggi ficou Leon Haslam que ao conseguir passar por Leon Camier na luta pelo segundo lugar, conseguia recuperar alguns pontos na luta pelo título. Com a posição mais baixa do pódio ficou ainda um revigorado Noriyuki Haga, após excelente recuperação passou Camier nas voltas finais e voltou a mostrar sinais de vida em 2010.

De destacar a excelente prova de Troy Corser e da sua BMW, num circuito onde no ano passado não estiveram nada bem, provando a excelente evolução da moto e da equipe BMW Motorrad. Outro destaque positivo na primeira bateria foi o resultado de Luca Scassa, o antigo campeão italiano de SBK, que conseguiu terminar em sétimo.
Na segunda bateria a história repetiu-se com Checa a assumir a liderança assim que as luzes vermelhas se apagaram, seguido de Biaggi. Mais uma vez, a luta pela terceira posição e pelas posições seguintes, era a parte mais emocionante de uma corrida que tinha em Checa o vencedor anunciado. Pelo menos até a Ducati privada se calar outra vez…

Checa foi obrigado a abandonar quando se encontrava confortavelmente na liderança, deixando a vitória para Biaggi que, apesar de ser mais rápido do que os restantes pilotos em pista, nunca se aproximou verdadeiramente do andamento de Checa. Atrás de Biaggi a luta estava intensa, com Corser a tentar assegurar o melhor resultado de sempre para a BMW – estava na segunda posição na altura -, mas como tem vindo a acontecer, a moto alemã perdeu eficácia a partir de meio da corrida, foi passado por Camier, depois por Cal Crutchlow na melhor Yamaha, sendo ainda passado nas ultimas voltas por Haga que vinha em franca recuperação.

Image

A Aprilia conseguiu a dobradinha nesta segunda corrida, com Crutchlow a salvar a honra da Yamaha com o terceiro lugar final.
De destacar que Haslam perdeu nesta corrida a liderança que era sua desde a prova inaugural desta temporada de SBK, pois não evitou um “high-side” e consequente desistência. Biaggi transformou 15 pontos de desvantagem antes desta prova, para 15 pontos de vantagem a seu favor após esta prova.
O Mundial de SBK segue agora para uma pausa de quase um mês, prosseguindo o calendário a 27 de Junho, com a realização da etapa da República de São Marino, no circuito Misano Adriático.

Fonte: motociclismo.pt

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: