V. Rossi diz “Vou terminar a carreira na SBK”


Image

Mais de 38.000 fãs deslocaram-se até Bolonha para desejar boa sorte à equipe Ducati antes do início da temporada 2011. A grande estrela do evento foi Valentino Rossi, piloto que terá a difícil tarefa de corresponder aos desejos dos seus fãs e irá tentar conquistar o último titulo das 800 cc para a Ducati.

Mas como parece que na Itália ninguém fica cansado de ver “Il Dottore”, um conhecido programa “talk-show” conseguiu roubar Rossi da Ducati para a realização de uma longa entrevista que ainda não foi transmitida na televisão.

Felizmente para nós, o site sportsmediaset.com conseguiu um pequeno pedaço da entrevista, onde ficamos sabendo que Rossi pretende terminar a carreira no Mundial de Superbikes e onde fala abertamente sobre os seus principais rivais.

Quanto a terminar sua carreira no Mundial SBK a reposta de Rossi foi elucidativa mas, não deverá cair nas graças dos aficionados deste campeonato
“Espero ficar por mais alguns anos na MotoGP e depois partir para a Superbikes, que é a categoria B da MotoGP, mas muito divertidas. Aos 17 anos queria abrir um quiosque e pode ser que quando me retirar definitivamente consiga fazer isso”, afirmou Rossi, para de seguida abordar a situação da sua lesão e a sorte que tem tido ao longo da carreira

“O ombro ainda dói bastante, estive com o médico que o operou e descobrimos que o tendão do bíceps ainda não está no lugar certo. Os ossos já estão melhores, eles curam-se muito rapidamente… As pessoas dizem que eu sei como cair (devido à ausência de lesões graves ao longo da carreira), mas acho que não, apenas tenho tido sorte!”
Após uma série de perguntas em que abordaram os problemas que teve com o fisico, devido a evasão fiscal, Rossi não se retraiu e chegou mesmo a analisar os seus rivais da MotoGP, dando mesmo uma nota qualitativa a cada um

“Stoner é o favorito para o título. Dou-lhe um 10 pela velocidade e talento, mas um pouco menos no que respeita a tática e ‘esperteza’. Continua a cometer os mesmo erros por varias vezes seguidas. O Lorenzo? Ele é ótimo, é forte e dou-lhe um 9,5”, adicionando ainda que “ele não é inteligente porque isso é uma palavra muito forte, mas digamos que é esperto. Quanto ao Hayden dou-lhe um 8. Ainda vai ter a parede que divide o box? Não irá existir, com o Lorenzo eu não queria revelar todas as minhas táticas, mas isso acabava sempre por acontecer de qualquer forma…”

Fonte: Motociclismo.PT

Anúncios

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s