SBK Series: Danilo Andric vence em Jacarepaguá


Ultrapassagens, recordes, quedas e muita adrenalina! Esse foi o cenário da 6ª etapa do TNT SuperBike, disputado no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, 11. Com pista molhada no warm-up, os pilotos ficaram ansiosos, mas na hora da corrida, a pista já estava parcialmente seca. Constante durante a prova, Danilo Andric (#64), da Limited Motorsport, ficou com a vitória na categoria Pro na pista carioca, após uma corrida marcada por bandeira amarela, após queda de Heber Pedrosa (#42). O piloto da Spiga Racing se levantou imediatamente após o acidente, sente dores na mão, mas passa bem.

Andric dedicou a vitória a Bruno Corano, pelo trabalho que ele vem desempenhando com a motovelocidade no Brasil. O piloto da Limited Motorsport ressaltou a independência esportiva do campeonato. "Parabenizo e dedico a vitória ao Bruno pelo belo trabalho que ele desempenhou hoje na pista, mas principalmente pelo exemplo de fair play e desportividade. O campeonato ganha muito com isso”, frisou. Andric fez a pole e no sábado bateu o recorde da pista de Jacarepaguá com 1:15.428 que minutos antes fora batido por Corano.

Bruno Corano, piloto e chefe da equipe Desodorante Gillette Team é o idealizador do campeonato e veio num fim de semana arrasador. Rápido e competitivo, ele no sábado bateu o recorde da pista e na corrida chegou a ameaçar a vitória de Andric. O piloto chegou em segundo, mas foi punido por queimar a relargada, caindo pra sexta colocação.

“Aqui temos que dar o exemplo. Não é porque sou o idealizador do campeonato que não serei punido, qualquer piloto que não cumpra as regras deve ser penalizado. O Andric segurou o que pode para reacelerar e acabamos queimando por pouco a linha. Independente disso, fiquei muito satisfeito com o meu desempenho e vamos com tudo para a próxima etapa”, disse Corano

O piloto Rodrigo Benedictis, da equipe Motonil, também queimou a relargada. O piloto da moto #97 chegou a liderar a corrida, perdeu a posição para Corano, chegou em terceiro, mas com a penalização de 20 segundos, caiu para a sétima posição.

Quem se deu bem foi Alecsandre de Grandi (#90), da Team de Grandi Bardhal, que herdou o segundo lugar na corrida e ficou muito satisfeito com a sua colocação. A terceira posição ficou com Luiz Cerciari (#66), da Cerciari Racing Team, após a prova, o piloto não poupou elogios ao campeonato. “Fui muito bem recebido aqui. É um grande campeonato, maior do Brasil. Aqui estão os melhores pilotos e agradeço aos amigos que me ajudaram neste belo resultado”, disse Cerciari.

Mesmo sendo da Pro Estreante, Diego Pretel (#88), da Metric Method, teve um bom desempenho em Jacarepaguá e conquistou a vitória na sua categoria e foi o quarto lugar geral. Quem completou o pódio foi Bruno Silva (#18), da Target Race, que também é da Pro Estreante. Estes dois são exemplos da nova geração da motovelocidade brasileira que o SuperBike Series vem revelando. Apesar de não se encontrar na pista e chegar em oitavo, Cachorrão (#51), da J. Cachorrão Race Team, fez a melhor volta da prova com 1:16.050 e uma boa corrida de recuperação.

Demais categorias

Pro AM
O mineiro Edson Vander (#4) foi o mais rápido da categoria Pro AM e saiu com a vitória neste domingo. A apenas três segundos do seu adversário, Michel Dacar (#171), da Kiwi Racing, chegou na segunda posição, mas teve gosto de vitória. Após a prova, emocionado, o piloto dedicou seu resultado a Ricardo Gornati, da categoria Master, que não correu para ceder suas rodas com o pneu de pista seca para Kiwi. “A atitude dele foi sensacional, eu não tinha roda reserva e não dava tempo para trocar o pneu, o Gornati me salvou” disse. O jovem Ivan Gouvêa (#38), da Desodorante Gillette SBK Team, acabou em terceiro lugar.

Pro Estreante
Com desempenho entre os pilotos da categoria Pro, Diego Pretel e Bruno Silva foram o primeiro e segundo lugar respectivamente. Um pouco mais atrás, veio Leymar Sanchez (#128), da Fura 300 Racing, na terceira posição.

Pro Master
A vitória na Pro Master teve Levy Lopes (#59) como vencedor. Na sequência, Rodrigo Assis (#45) conquistou o segundo lugar e Carlos Moura (#98), o terceiro posto.

600 SuperSport Pro
Líder da categoria, Marcello Brasil (#24), da Target Race, garantiu outra vitória em Jacarepaguá e vem dominando com folga a 600 SuperSport Pro. O piloto que corre com uma moto Kawasaki ainda ficou na 12ª posição geral da prova. Ele fez a pole e a volta mais rápida da corrida, na sua categoria.

600 SuperSport Pro AM
Conhecido como “Vacão”, Pedro Gonçalves (#12), da Desodorante Gillette SBK Team, não deu mole para os seus adversários e conquistou o primeiro lugar no Rio de Janeiro na 600 SuperSport Pro AM. Correndo em casa, Marcelo Cortês (#12) e Patrício Maduro (#56) fizeram bonito para a torcida carioca e chegaram em segundo e terceiro lugar respectivamente.

Resultado – categoria Pro – 6ª etapa do TNT SBK
1º) 64 – Danilo Andric (P, SP), 17 voltas em 24:34.924 (média de 127,26 km/h)
2º) 34 – Bruno Corano (P , SP), a 0.296 – Penalizado em 20 segundos
3º) 97 – Rodrigo de Benedicts (P , SP), a 1.789 – Penalizado em 20 segundos
4º) 90 – Alecsandre de Grandi (P , SP), a 6.507
5º) 66 – Luiz Cerciari (P , SP), a 10.398
6º) 88 – Diego Pretel (PE , SP), a 14.215
7º) 18 – Bruno Silva (PE , SP), a 14.672
8º) 51 – José L. Teixeira (P , SP), a 35.522
9º) 4 – Edson Vander (PAL , MG), a 40.721
10º) 171 – Michel Dacar (PA , SP), a 43.543
11º) 8 – Daniel G Mendonça (P , BA), a 43.789
12º) 24 – Marcello Brasil (SP , SP), a 47.695
13º) 38 – Ivan Gouvêa (PA , SP), a 50.018
14º) 128 – Leymar M. Sanches (PAE , MS), a 54.137
15º) 59 – Levy Mendes Lopes (PAM , SP), a 1:04.306
16º) 103 – Pedro Barata (PA , RJ), a 1:06.940
17º) 45 – Rodrigo Assis (PA , MG), a 1:09.843
18º) 141 – Wado Gomes (PE , SP), a 1:10.007
19º) 12 – Pedro Gonçalves (SPA , SP), a 1:11.309
20º) 144 – Marcelo Cortes (SPA , RJ), a 1:11.739
21º) 56 – Patricio Maduro (SPA , RJ), a 1 volta
22º) 98 – Carlos Alberto Moura (PAM , RJ), a 1 volta
23º) 178 – Renato Motta (PAL , RJ), a 1 volta
24º) 1 – Allan Cardoso (PE , RJ), a 1 volta
25º) 157 – Paulo Coutinho (SP , RJ), a 1 volta
26º) 150 – Alex Motta (PA , RJ), a 2 voltas
27º) 187 – Alberto Braga (PM , RJ), a 6 voltas
28º) 116 – Helder Shad (PA , RJ), a 7 voltas
29º) 42 – Heber Pedrosa (P , SP), a 13 voltas
30º) 83 – Rodrigo Sampaio (PA , SP), a 13 voltas
Melhor Volta: José L. Teixeira, 1:16.050 (145,18 km/h)

Fotos: Donini/Y.Sports

Fonte: MOTO.com.br

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s