Honda surpreende com lançamentos de CBR 250R e CRF 150F


A Honda coloca no mercado nacional duas novas compactas de segmentos diferentes, a esportiva CBR 250R e trail CRF 150F. Os dois modelos chegam à rede de concessionárias da marca japonesa em todo o Brasil com preços sugeridos para a CBR 250R de R$ 15.490 (versão standard) e de R$ 17.990 (versão C-ABS) e para a CRF 150F de R$ 8.690.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Acompanhe abaixo a apresentação dos dois novos modelos da Honda para o mercado brasileiro.

CBR 250R

Importado da Tailândia, a CBR 250R entra para o line-up da Honda, visando ser uma motocicleta de entrada na categoria Super Sport, além de oferecer aos consumidores brasileiros mais uma opção para quem deseja uma moto esportiva de média cilindrada. A moto carrega na sua essência o DNA e a tecnologia da linha CBR, podendo ser uma boa opção tanto para quem busca uma motocicleta de lazer quanto para o uso diário.

O novo motor monocilíndrico de 249,6 cm3, arrefecido a líquido faz da CBR 250R uma moto leve e compacta. Segundo a Honda, esse propulsor foi desenvolvido exclusivamente para esse modelo, apresentando uma potência de 26,4 cv a 8.500 rpm e torque de 2,34 kgf.m a 7.000 rpm.

Na dianteira, a CBR 250R possui garfos telescópios convencionais e na traseira, conta com sistema monoamortecido Pro-link. O chassi é tubular com treliças do tipo Diamond Frame.

A CBR 250R oferece aos motociclistas uma pilotagem prazerosa graças ao seu visual esportivo, com linhas dinâmicas e com acabamento que teve inspiração nos modelos esportivos de alta cilindrada da Honda.

A parte dianteira da moto possui conjunto óptico esportivo com o farol multi-refletivo. A carenagem integral em duas camadas (Double Layer) cria um fluxo de ar interno para melhor aerodinâmica e estabilidade em altas velocidades. Inspirada na VFR 1200F, suas fixações não são visíveis, permitindo uma superfície mais “limpa”. Além disso, o baixo peso de 150 kg (154 kg na versão C-ABS) aliado ao chassi leve, contribui para melhorar sua dirigibilidade.

O painel de instrumentos tem visor de LCD e tacômetro posicionado no centro, trazendo como recursos: relógio digital, luzes indicadoras de combustível e sinalização, bem como hodômetro (total e parcial).

A posição de pilotagem favorece a pilotagem, tanto na cidade quando na estrada. O assento conta com altura de 784 mm em relação ao solo.

A ponteira do escape é de aço inox e seu desenho é triangular e compacto, deixando o modelo muito mais moderno e esportivo. Os dois semi-guidões e as pedaleiras recuadas completam o conjunto da nova Honda CBR 250R, reforçando a proposta esportiva do modelo.

A CBR 250R vem equipada com rodas de liga leve de 17’’, além de pneus esportivos sem câmera. Na dianteira, tem configuração de 110/70. E na traseira utiliza pneu 140/70.

O modelo está disponível nas cores preta e azul (versão C-ABS está disponível apenas na cor azul). A Honda espera vender mais de 6.700 unidades em 2012, sendo 70%  na versão básica e 30% na versão com ABS).

Ficha Técnica
Motor 249,6 cm3, DOHC (Double Over Head Camshaft), 4 válvulas, refrigeração  a líquido
Potência máxima 26,4 cv a 8.500 rpm
Torque máximo  2,34 kgf.m a 7.000 rpm
Diâmetro x curso 76x 55 mm
Alimentação Injeção eletrônica de combustível PGM-FI
Sistema de lubrificação Forçada por bomba trocoidal
Relação de compressão 10,7:1
Sistema de partida Elétrica
Sistema de ignição Eletrônica
Capacidade do tanque 13 litros  (3,5litros / reserva)
Óleo do motor 1,8  litros (1,4 litros para troca)
Transmissão 6 velocidades
Embreagem Multidisco com molas helicoidais banhado a óleo
Transmissão final Corrente selada
Suspensão dianteira Garfo telescópico, com 130 mm de curso
Suspensão traseira Monoamortecida Pro-Link de 104 mm de curso e cinco regulagens de compressão da mola
Freio dianteiro Disco único de 296 mm de diâmetro com pinça de pistão duplo
Freio traseiro Disco simples de 220 mm de diâmetro com pinça de pistão simples
Pneu dianteiro 110/70 – ZR17 M/C (54S)
Pneu traseiro 140/70 – ZR17 M/C (66S)
Altura do assento 784 mm
Altura mínima do solo 145 mm
Chassi Diamond frame
Dimensões (C x L x A) 2.030 x 709,5 x 1.127 mm
Entre-eixos 1.369 mm
Peso seco 150 kg (154 kg na versão C-ABS)
Cores Azul e Preto (STD) e Azul (C-ABS)
Preço R$ 15.490 (STD) e R$ 17.990 (C-ABS), com base no Estado de SP

CRF 150F

Pensando em oferecer uma moto específica para os motociclistas iniciantes e com perfil aventureiro, a Honda traz para o país a nova CRF 150F 2012 que promete atender às necessidades dos adeptos desse segmento.

Produzida na fábrica da Honda em Manaus (AM), o novo modelo foi desenvolvido para atender os jovens que desejam uma motocicleta de baixa manutenção, durável, versátil e com qualidade. Segundo a marca japonesa,  a nova CRF 150F possui o mesmo DNA dos modelos de competição da marca.

A moto possui motor OHC 149,2 cm3, monocilíndrico, de quatro tempos, arrefecido a ar, que gera uma potência máxima de 14 cv a 8.500 rpm e torque de 1,33 kgf.m a 6.500 rpm.

O chassi promete robustez, composto de berço semiduplo, e o conjunto da suspensão com sistema Pro-Link de  227 mm de curso na traseira e do tipo garfo telescópio com 230 mm de curso na dianteira, dão sua contribuição na absorção de impactos, estabilidade e conforto.

Com estilo esportivo e apelo jovem, a CRF 150F tem pedaleiras largas e manetes bem acessíveis. A distância de 257 mm do solo permite que a moto transponha obstáculos com mais facilidade. O assento é estreito e permite boa mobilidade para o piloto.

Segundo a Honda, a única cor disponível para a nova CRF 150F é a vermelha e a garantia concedida para o modelo é de 3 meses, sem limite de quilometragem.

FICHA TÉCNICA
MOTOR  OHC, Monocilíndrico, 4 tempos, arrefecimento a ar
CILINDRADA 149,2 cc
DIÂMETRO X CURSO 57,3 x 57,8 mm
CARBURADOR PDC9U (Diâmetro do Venturi 22,26 mm)
SISTEMA DE LUBRICAÇÃO Forçada, por bomba trocoidal
RELAÇÃO DE COMPRESSÃO 9,5:1
SISTEMA DE PARTIDA Elétrica
TORQUE MÁXIMO 1,33 kgf.m a 6.500 rpm
POTÊNCIA MÁXIMA 14 cv a 8.500 rpm
TRANSMISSÃO 5 velocidades
EMBREAGEM Multidisco em banho de óleo
TANQUE DE COMBUSTÍVEL 7,2 litros (reserva 1,6l)
ÓLEO DE MOTOR 1,2 litro
CHASSI Semiberço duplo
SUSPENSÃO DIANTEIRA/ CURSO Garfo telescópico / 230 mm de curso
SUSPENSÃO TRASEIRA/ CURSO Pro-Link / 227 mm de curso
FREIO DIANTEIRO/ DIÂMETRO A disco / 240 mm
FREIO TRASEIRO/ DIÂMETRO A tambor / 110 mm
PNEU DIANTEIRO 70/100-19 NHS 42M
PNEU TRASEIRO 90/100-16 NHS 51M
COMPRIMENTO X LARGURA X ALTURA 1945 x 786 x 1117 mm
ENTRE EIXOS 1328 mm
DISTÂNCIA MÍNIMA DO SOLO 257 mm
ALTURA DO ASSENTO 832 mm
PESO SECO 101 kg
COR Vermelha
PREÇO PÚBLICO SUGERIDO R$ 8.690

Fotos: Caio Mattos/Divulgação
Vídeos: Divulgação

Fonte: MOTO.com.br

  1. Mais uma merda para enfiar no cu dos brasileiros.26cv tem a cb 300,na pista o que importa é a potencia.a ninja 250 tem 33cv e custa 13 mil,a comet 250 tem 32 cv e custa 14 conto,e não vem com esse negocio de honda é honda que isso não cola mais.

    Curtir

    Responder

  2. Se realmente venderem as 6.700 unidades que estão especulando ainda este ano, os brasileiros merecem si ferrarem mesmo e pagar preços absurdos como esse que na minha opinião uma moto dessas não deveria custar mais que R$10 mil a STD e no máximo R$ 12 mil C/ ABS, levo como exemplo uma ninja ex500 com 60 CV que seu foco principal era o E.U.A que foi fabricada até 2009 custava $5.600 uma nova se fosse hoje ainda custaria a mesma coisa, aqui uma fazer 250 com 21CV custava R$11 mil, possui as duas que são excelentes porém impossível de comparar na potencia. más enfim como o brasileiro está acostumado a pagar caro por tudo e aceita comprar por a parcela do financiamento dá pra pagar então fazer o que.

    Curtir

    Responder

  3. Pelo amor e Deus!!! 1 cilindro!!!!!! Vão se lascar! Pq não importaram a 4 cilindros?????

    Curtir

    Responder

  4. A verdade é na cbr os engenheiros projetaram tudo, menos que em alta velocidade o motor perderia força e por isso conssequentemente não teria condição de na pratica competir nem com o modelo 2012 da kawasaki ninja 250r 33cv indiscutivelmente capeã de potencia e velocidade; sou realista e não defendo neuma marca.

    Curtir

    Responder

  5. Me desculpem a franqueza mas se fizeram para competir pecaram em não respeitar o conssumidor brasileiro! queremos desaine arrojado, potencia, e preço competitivo ai sim estou aqui para elogiar quando for necessario.

    Curtir

    Responder

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: