Dicas de Pilotagem: Como fazer curva de moto?

Tem duvida de como fazer curva com a sua moto? Confira algumas dicas de pilotagem, como; ponto de tangência, velocidade correta, contra esterço, frenagem e mais.


Para aproveitar ao máximo o espaço disponível e com isso aumentar o raio da curva facilitando o seu contorno, nosso ponto de entrada é o lado externo da curva, isto é: se a curva é para a direita o ponto de entrada será o extremo esquerdo da pista de rolamento. No meio da curva está o ponto de tangência no extremo à direita. O ponto de saída, nesse caso, será no extremo à esquerda da pista de rolamento. Olhando o desenho abaixo fica mais fácil de entender. Sempre que possível, visualizar o ponto de tangência da curva e fazer a entrada no lado oposto ao mesmo. Isto é, se o ponto de tangência está à sua esquerda você faz a entrada de curva no limite à direita e vice-versa.

Curvas

A velocidade de entrada na curva é fundamental para que ela seja feita da forma mais eficiente e segura possível. É preferível reduzir a marcha e entrar em uma velocidade mais baixa com o motor “cheio” e acelerar gradualmente a entrar numa velocidade alta e ter necessidade de reduzi-la “dentro” da curva. Na primeira situação – velocidade mais baixa – o conjunto de movimentos será harmonioso, já no segundo caso – velocidade excessiva – voce vai ter muito mais trabalho para contrariar o comportamento da moto (mais velocidade = menos inclinação = maior dificuldade de reduzir velocidade = maior dificuldade de passar no ponto de tangência desejado).

A importancia de subir as rotações do motor antes de entrar na curva (através da redução de marcha) é para sua utilização como “freio motor” caso necessário. Jamais use os freios dianteiro ou traseiro dentro de uma curva. Basta fechar a manete de aceleração que a moto reduzirá e inclinará ainda mais, ajudando na curva. É muito mais seguro entrar em uma curva desconhecida reduzindo para uma marcha mais baixa, com motor “esgoelando”, do que entrar “solto” em uma marcha alta.

Outra providência em curvas mais rápidas é transferir o centro de gravidade para o mais próximo do solo, para isso basta deixar de preguiça e passar o peso do corpo para a pedaleira/plataforma do lado interno da curva aliviando a bunda no banco. Nas tourings isso é um santo remédio para acabar com as pequenas reboladas.

E uma recomendação que poderá salvar sua vida: JAMAIS DESISTA DE UMA CURVA DEPOIS DE INICIADA, a partir do momento em que voce tomou sua decisão vá até o fim. Se entrou rápido demais, feche a manete de aceleração e incline a moto mantendo o olhar para o ponto de saída da curva, sem se preocupar com a pedaleira raspando no chão e, principalmente, SEM OLHAR para os obstáculos: carros em sentido contrário, guard-rails, caminhão ao seu lado, acostamento, etc…Fixe o olhar no seu objetivo e acredite que voce conseguirá.

Existe uma forma de fazer uma frenagem de emergência em uma curva utilizando o freio dianteiro no seu limite. Além de exigir muito treino é fundamental que a negociação da entrada da curva tenha sido feita de forma adequada. Se você perceber que a velocidade está muito além do permitido pela curva e não tiver condições de usar o freio motor, retire a inclinação da moto, colocando-a em pé com o guidom reto e aplique o freio dianteiro com vontade sem deixar a roda bloquear e antes de passar para a pista contrária, solte o freio, contra-esterço com vontade e continue na curva. Isso parece difícil, e é, mas lembre-se que se a negociação da curva foi bem feita a perpendicular que vai do ponto de tangência até o limite do ponto de saída lhe proporciona alguns bons metros que podem ser a diferença entre cair ou retomar a curva, agora em velocidade mais baixa.

Fonte: Viagem de Moto

grid motors

  1. OBRIGADO PELAS DICAS ISSO VALE MUITO PARA QUEM ANDA DE MOTO SEMPRE, BASTA MEMORIZAR E CLARO QUE EU VOU IMPRIMIR ESSE TEXTO PARA EU DECORAR VALEUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU. SERGIO NITEROI

    Curtir

    Responder

    1. Valeu, estamos aqui informa a todos os motociclistas as informações necessaria para uma boa pilotagem.

      Curtir

      Responder

  2. Valerio Carbonera Junior 25/04/2013 às 23:14

    Gostaria de ser avisado sobre novos comentários sobre motos.
    Obrigado

    Curtir

    Responder

    1. Ola, Valerio.

      Basta fazer o cadastro em nosso blog, na opção cadastre-se.

      Abraços

      Curtir

      Responder

  3. Muito bom essas dicas de curvas.

    Curtir

    Responder

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: