Dicas: Equipamentos para andar de moto no frio

Confira algumas dicas de equipamentos para andar de moto no frio. Alguns itens são necessários para fazer uma viagem com mais conforto e segurança. Faça o seu Checklist!


Para muitos, andar de moto é um hobby, já para outros faz parte do dia a dia da profissão. Independente de qual for sua relação com a moto, sentir o vento gelado no rosto pode não ser tão agradável nesta época do ano. Porém, é possível amenizar os efeitos do inverno enquanto se está sobre duas rodas.

Durante os próximos meses, vento gelado, temperaturas baixas, garoa, neblina e chuvas marcarão os dias, por isso, é essencial que o motociclista saiba como não descuidar da saúde e da segurança. Medidas simples como prestar atenção em roupas, acessórios e na segurança já ajudam o motociclista a se prevenir contra doenças e possíveis quedas.

Parar ajudar o motociclista a se preparar para receber a próxima estação, a Revista Mundo Moto elaborou uma lista com acessórios, roupas e cuidados com a saúde que não podem ser deixados de lado. Fique por dentro:

Acessórios:

Capa de Chuva: ideal para enfrentar as baixas temperaturas e as probabilidades de garoa e chuva. Antes de comprar, veja se possui forração interna para calça e jaqueta com proteção contra vento.

Jaquetas: para proporcionar conforto e segurança durante os dias úmidos e frios, procure por jaquetas adaptadas ao corpo em posição de pilotagem. Se for possível, jaquetas impermeáveis são boas opções para esta estação. Jaquetas

Calças: na hora de escolher uma calça, invista naquelas com forros internos para proporcionar excelente ventilação para as pernas, mantendo-as secas por mais tempo.

Luvas: curtas ou longas procure por tecidos que facilitem a circulação do ar, reduzindo a umidade. É importante também, que a luva tenha proteção para punhos, lateral, planta da mão, dedos e juntas. Luvas

Botas: ter um bom calçado trará comodidade principalmente nos dias chuvosos. Escolha botas impermeáveis e antiderrapantes para trazer segurança.

Capacete: O mercado oferece capacetes com ótimas viseiras, escolha as que proporcionam entradas de ar para que, em dias mais úmidos, não fique embaçado durante os trajetos. Opte por forros antialérgicos.

Balaclava: espécie de touca “ninja”, use para proteção total da cabeça e pescoço em dias gelados.

Saúde

Após a escolha das roupas e acessórios, cuidar da saúde também é um ótimo aliado para não ter desconforto durante o trabalho. De acordo com o especialista na área de medicina de tráfego da ABRAMET (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), Dr. Dirceu Rodrigues Alves Junior, os motociclistas não conseguem evitar algumas doenças devido sua total exposição e descuido com a proteção.

“Os músculos eretores do pelo, (que causam o levantamento do pelo), são acionados naturalmente quando está frio para proteger a pele contra o ar em torno do corpo, mas não mantém totalmente a proteção necessária. Fica difícil evitar os tremores no corpo”, diz o especialista.

Com as quedas de temperatura e o vento constante, os motoprofissionais ficam mais expostos a algumas doenças, como sinusite, gripes e resfriados, rinite e laringite, que são causadas pelo vento e o frio. “Os cartuchos nasais servem para aquecer, mas no frio elas encolhem e a pessoa acaba inalando muito vento, causando algumas inflamações”, afirma.

Além da bronquite, pneumonia e otite (inflamação ou infecção no ouvido), a conjuntivite química também é um fator comum nesta época, devido à exposição ao vento e a fuligem.  Os motoprofissionais também devem ficar atentos à hipotermia e ao formigamento que são causados pela falta de proteção no corpo. Além das doenças mais conhecidas, a LER (Lesão por Esforço Repetitivo) é muito comum em motociclistas e as dores aparecem no inverno devido à irradiação dos músculos, que não estão acostumados com exercícios físicos.

Já que a exposição no frio causa mais chances de doenças, a Revista Mundo Moto separou algumas dicas para ajudar os motoprofissionais a se protegerem neste inverno:

Utilize roupas térmicas: escolha agasalhos e calças confortáveis, além disso, proteção no rosto, pés e cabeça são fundamentais para não ter hipotermia e formigamento.

Equipamentos de segurança: usar macacão, botas acolchoadas e luvas são essenciais para manter o corpo aquecido e trazer segurança, principalmente nos dias de chuva em que a pista está escorregadia.

Alimentação: dê preferência para comer a cada três horas, ingerindo bastante proteína, carboidratos, açúcares e bebidas quentes (o essencial é tomar chocolate quente ou chá, para produzir calor).

Atividade Física: dentre uma atividade e outra, procure exercitar os músculos com alongamentos. Os músculos fracionados aquecem o corpo. Além de proteger do frio, “se mexer” faz bem para sua saúde.  Te cuida!

Fonte: Revista Mundo Moto

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: