(MotoGP) Dani Pedrosa tira invencibilidade de Márquez e triunfa na etapa de Brno.


Apesar de ocupar a vice-liderança da atual temporada da MotoGP, Dani Pedrosavivia uma de suas fases mais apagadas dos últimos anos. Completamente ofuscado pelo companheiro Marc Márquez, o espanhol de 28 anos não havia completado sequer uma volta na liderança em 10 provas disputadas este ano. Disposto a acabar com o incômodo jejum de 13 etapas sem vencer, Pedrosa ditou um ritmo furioso neste domingo, em Brno, na República Tcheca. Além de voltar ao lugar mais alto do pódio, o piloto da Honda acabou com a invencibilidade do prodígio Márquez, vencedor de todas as corridas até então.

Pole position pela nona vez na temporada, Márquez não fez uma boa largada e caiu para 6º. A tentativa de reconquistar posições e retomar a ponta não deu certo. Quando parecia estar consolidado em terceiro, o espanhol foi atacado de forma ferrenha pelo multicampeão Valentino Rossi, da Yamaha, e acabou perdendo a chance de garantir ao menos um lugar no pódio. O “Doutor” tratou de abrir distância e se isolou em terceiro, atrás do companheiro Jorge Lorenzo, que chegou a liderar boa parte da disputa. Mas o domingo era mesmo de Pedrosa, que cruzou a linha de chegada 0s410 à frente do bicampeão Lorenzo e comemorou o triunfo como se esta fosse sua primeira vitória na principal categoria da motovelocidade.

Apesar da derrota, Márquez segue isolado na liderança do campeonato, com 263 pontos, e caminha a passos largos rumo ao segundo título mundial. Dani Pedrosa é o vice-líder, com 186 pontos, e o veterano Valentino Rossi aparece em terceiro, com 173 pontos. Jorge Lorenzo (137) e Andrea Dovizioso (118) completam o top 5. A próxima etapa da MotoGP será disputada em Silverstone, na Inglaterra, daqui a duas semanas, com transmissão ao vivo do SporTV.

Dani Pedrosa moto gp (Foto: Reuters)

Como foi a corrida

Márquez fez mais uma largada ruim e caiu para sexto. Com motocicletas Ducati na primeira fila, Andrea Iannone e Andrea Dovizioso aproveitaram o lapso do atual campeão e assumiram as primeiras posições. Mas Jorge Lorenzo, saindo em sexto, não descansou até conquistar a ponta, com Dani Pedrosa logo atrás. O bicampeão da Yamaha conseguiu prolongar a liderança graças ao ritmo alucinado, estabelecendo inclusive o novo recorde do circuito (1min56s066s).

O feito de Lorenzo, entretanto, não perdurou por muito tempo. Pedrosa surpreendeu com uma volta alucinante em 1min56s027 e logo tratou de mostrar que não deixaria a vitória escapar na pista tcheca, onde já havia vencido em 2012. Após ultrapassar o adversário da Yamaha, o companheiro de Márquez não largou mais a ponta e acelerou de forma impecável rumo à primeira vitória na temporada.

Enquanto isso, Márquez parecia conformado com o terceiro lugar, o que garantiria sua presença no pódio da MotoGP pela 13ª vez consecutiva. Mas o prodígio da Honda não conseguiu conter as ofensivas de Valentino Rossi, que protagonizou uma bela ultrapassagem e se isolou no terceiro lugar. A partir daí, Márquez não teve condições de tentar uma reviravolta. Se não conseguia alcançar Rossi, ao menos o espanhol não sofria ameaças dos xarás Andrea Iannone e Dovizioso, que cruzaram a linha de chegada em 5º e 6º, respectivamente.

Confira o resultado do GP de Brno:

  1. Dani Pedrosa (Honda): 42min47s800
  2. Jorge Lorenzo (Yamaha): +0s410
  3. Valentino Rossi (Yamaha): +5s259
  4. Marc Marquez (Honda): +10s454
  5. Andrea Iannone (Pramac Ducati): +17s639
  6. Andrea Dovizioso (Ducati): +17s834
  7. Stefan Bradl (LCR Honda): +23s819
  8. Aleix Espargaro (Forward Yamaha): +29s621
  9. Bradley Smith (Tech 3 Yamaha): +30s364
  10. Alvaro Bautista (Gresini Honda): +37s639
  11. Scott Redding (Gresini Honda): +55s604
  12. Michele Pirro (Ducati): +56s727
  13. Hiroshi Aoyama (Aspar Honda): +56s908
  14. Karel Abraham (Cardion Honda): +1min04s135
  15. Leon Camier (Aspar Honda): +1min04s902
  16. Alex de Angelis (Forward Yamaha): +1min20s666
  17. Hector Barbera (Avintia FTR-Kawasaki): +1min24s282
  18. Mike di Meglio (Avintia FTR-Kawasaki): +1min27s436s
  19. Broc Parkes (PBM-Aprilia): +1min37s867

Não completaram:

Danilo Petrucci (Ioda Aprilia): 20 voltas
Cal Crutchlow (Ducati): 7 voltas
Pol Espargaro (Tech 3 Yamaha): 6 voltas
Michael Laverty (PBM-Aprilia): 6 voltas
Yonny Hernandez (Pramac Ducati): 5 voltas
capacete agv

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s