Lançamento BMW para 2015


 Image
clique para ampliar

Ainda com alguns trunfos na manga, como a S1000RS, que poderão surgir daqui a um mês e pouco no Salão de Milão, a BMW apresentou hoje na Intermot, Salão de Colónia, três novidades para 2015, ou antes, três novas gerações de modelos já conhecidos – a superdesportiva S1000RR, a roadster R1200R e a turístico-desportiva R1200RS.

Comecemos por esta última, uma vez que já há algum tempo que a série R, que integra as boxer da marca alemã, não recebia uma nova RS, modelo com bastante tradição na gama da BMW Motorrad desde que, em 1976, foi apresentada a R100RS. O bicilíndrico boxer que equipa esta sport-turismo é, obviamente, o novo 1200 cc de refrigeração líquida e 125 cavalos já conhecido nas atuais R1200GS, GS Adventure e RT. Comparativamente às versões que equipa estes modelos, na RS, a entrega de binário foi aumentada ligeiramente em baixas rotações, e a caixa de ar foi modificada, tendo ainda novas condutas.

Image
clique para ampliar

Em termos de ajudas eletrónicas, a R1200RS conta – de série – com ABS, ASC (Automatic Stability Control), ESA (ajuste eletrónico da suspensão) e dois mapas de ignição (Rain e Road) selecionáveis. Um terceiro modo, Pro, está disponível como opcional e funciona em conjunto com o DTC (Dynamic Traction Control).
O quadro é uma estrutura tubular em aço, e a suspensão dianteira está entregue a uma forquilha invertida (em lugar do habitual sistema Telelever), enquanto, na traseira surge um EVO Paralever.

Image
clique para ampliar

Dada a conhecer hoje também, foi a renovada R1200R, a “roadster” da série R que recebe agora, como esperado, o novo boxer “líquido” de 1200 cc e 125 cavalos. A R1200R conta com todas as ajudas eletrónicas e modos de condução já referidos atrás para a sport-turismo RS, fazendo igualmente uso de uma forquilha invertida na suspensão dianteira e o EVO Paralever atrás.

Image
clique para ampliar

Finalmente, a BMW mostrou hoje também na Intermot a mais recente geração da sua superbike, a S1000RR, lançada originalmente em 2009 e que agora sofre uma remodelação mais produnda. A superdesportiva alemã passa agora a disponibilizar mais 6 cavalos, atingindo agora os 199 cv declarados, graças a diversas alterações internas no motor de quatro cilindros, a que se junta uma redução de peso de 4 kg, pesando agora 204 kg (com depósito cheio e sistema Race ABS).

 Image
clique para ampliar

O quadro também tem uma nova estrutura e geometria, e surge agora como opcional o sistema de suspensões eletrónicas DDC (Dynamic Damping Control) que já era proposto na exclusiva HP4.
Os modos de motor selecionáveis são três propostos de série – Rain, Sport e Race – e, caso se instale o sistema Pro (opcional), passamos a dispor de mais dois modos (Slick e User). Esta será também a primeira superdesportiva com cruise control (opcional), enquanto o Race ABS e o ASC são equipamento de origem.

 Image
clique para ampliar

Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s