Capacete ACH-1 com ar condicionado

Capacete com ar condicionado promete resfriar, mas não ‘congelar’

Ficar fechado em um capacete em um dia muito quente em uma cidade poluída pode ser um motivo para espantar muitos usuários de motos.

Pensando em melhorar essa situação, a empresa americana Feher criou um capacete com ar condicionado, com preço de lançamento de US$ 550 – equivalente a mais de R$ 2,2 mil.

A ideia vem de Steve Feher, criador do ACH-1, que já trabalhou também com dispositivos de resfriamento no ramo automotivo.

A empresa garante que o objetivo não é transformar sua “cabeça em um picolé”, mas sim reduzir a temperatura interna em relação a do ambiente e também filtrar o ar.

Criador-do-capacete-ACH-1-com-ar-condicionado - Capacete com ar condicionado promete resfriar, mas não 'congelar'

Puxando ar de fora e resfriando por meio de um sistema termoelétrico, o capacete resfria o ar que o motociclista irá respirar.

O capacete funciona por meio de uma conexão elétrica que pode ser feita com a moto em um uma bateria auxiliar.

Fonte: AutoEsporte/G1