Nova geração da BMW S1000RR, com 207 cavalos, parte de R$ 91.950 no Brasil

A nova geração da BMW S1000RR foi lançada no Brasil partindo R$ 91.950 e traz as principais mudanças na moto desde o seu lançamento mundial em 2009.

O modelo já pode ser reservado nas concessionárias da marca e chega para esquentar a briga entre as superesportivas no mercado nacional, que recentemente, recebeu a Ducati Panigale V4.

Com as mudanças, a S1000RR ficou mais cara. No modelo 2019, a moto era vendida a partir de R$ 83.950.

Principais novidades da S1000RR 2020:

  • Motor de 207 cavalos, 8 cv mais potente que o anterior;
  • Peso total 11 kg mais leve na nova geração;
  • Visual completamente renovado.

Visual mais convencional

Uma das marcas registradas da BMW motos é o farol dianteiro do tipo assimétrico, ou seja com faróis em formatos diferentes. Isso também era algo presente na S1000RR, mas que foi abandonado na nova geração.

ANTES

DEPOIS

As mudanças foram bem-vindas para a moto que deu mais modernidade e, com certeza, está menos excêntrica que o modelo anterior. O modelo ganhou novo conjunto ótico, de LED, que está presente no farol, lanterna e piscas. De acordo com a montadora, o tanque ficou mais estreito, para dar melhor encaixe para o piloto.

Motor mais potente e leve

O novo motor mantém a configuração já conhecida de 4 cilindros em linha, de 999 cc de cilindrada, mas ficou mais potente e 4 kg mais leve. Como principal novidade, ganhou o sistema “ShiftCam” de válvulas variáveis. Segunda a empresa, a tecnologia permite extrair o melhor do torque e potência em uma ampla faixa de giros do motor.

Para se adequar a essa nova potência do motor, o chassi foi renovado, recebendo maior rigidez e nova balança traseira. Mais leve, ele contribuiu com 50% das redução total de peso da esportiva.

Veja tecnologia presente na S1000RR:

  • 7 modos de pilotagem, incluindo 3 modos para pista;
  • Controle de tração
  • Freios ABS
  • Controle de largadas
  • Limitador de Pit Lane
  • Assistente de trocas de marchas

Mais fotos da BMW S1000RR:

Fonte: AutoEsporte/G1