Tipos de Jaqueta de Moto

Qual a jaqueta ideal? Impermeável, Resistente a Água ou Ventilada

Qual a jaqueta ideal? Impermeável, Resistente a Água ou Ventilada

A resposta vai depender do uso e da necessidade do piloto. Mas é importante lembrar que antes do conforto térmico, a jaqueta deve oferecer sempre a resistência à abrasão e impacto, necessária para um equipamento de proteção.

VENTILADA

Para os pilotos que não saem de moto ao menor sinal de chuva ou que quando estão pilotando, ao perceber que irá chover em breve, logo procuram um lugar para se abrigar, ou ainda os que sentem muito calor ou moram em lugares muito quentes, talvez o modelo mais indicado seja a jaqueta ventilada. E junto dela talvez valha a pena manter uma capa de chuva sempre à mão. Assim o piloto não precisa investir numa jaqueta impermeável e nem sentir o desconforto térmico de usar mais uma camada em sua jaqueta (a membrana impermeável), sendo que não irá fazer uso dela. E com a capa de chuva à mão, no caso de ser surpreendido pela chuva, basta vesti-la por cima da jaqueta.

Para esse tipo de motociclista, essa pode ser uma opção mais econômica e conveniente.

RESISTENTE Á ÁGUA

Para os que preferem não pilotar na chuva, mas não descartam a possibilidade de se molhar de vez em quando caso sejam surpreendidos por ela no meio do caminho, talvez a jaqueta resistente à água já seja a proteção suficiente.

Pelo fato de não ter a membrana impermeável – uma camada á mais na construção da jaqueta – esse tipo de equipamento costuma ser menos quente, além de em geral, ter um custo mais em conta que as impermeáveis.

IMPERMEÁVEL

Mas para os que pilotam em qualquer situação, sob sol ou chuva, trechos curtos ou longos, a trabalho ou a lazer, de dia ou de noite, no inverno ou no verão, a mais indicada é a jaqueta impermeável. Pois assim estará protegido em qualquer situação.

E para os que pilotam em todas essas circunstâncias, mas preferem estar com a jaqueta adequada para cada clima sem tem que investir em mais de uma jaqueta, existem as opções 4 em 1, que apresentam uma construção com dois forros removíveis diferentes: Impermeável e Térmico, e a construção externa da jaqueta apresenta painéis em tecido ventilado.

Dessa forma, é possível ter em apenas uma jaqueta, todas as possibilidades no que se refere á conforto térmico. É o tipo de jaqueta mais versátil que existe. Já que ela permite até quatro situações diferentes com a combinação certa dos forros:

• Impermeável e térmica: Para os dias frios e chuvosos;

• Térmica: Para os dias frios, porém secos;

• Impermeável: Para os dias chuvosos, porém quentes;

• Ventilada: Para os dias de sol e calor.

Com uma jaqueta desse tipo, o piloto estará protegido em qualquer condição climática, o ano inteiro, faça chuva ou faça sol.

Mas vale destacar, que antes mesmo de ser impermeável ou ventilada, a jaqueta deve ser confeccionada em tecidos que resistam à abrasão no caso de uma queda e que também proteja as extremidades – Ombros e cotovelos – dos impactos que possa sofrer.