Toni Elias, com a equipe LCR Honda no lugar de De Puniet

Cinco anos na MotoGP, seis pódios e uma vitória, e logo depois é campeão mundial da Moto2. Toni Elias está vivendo uma segunda juventude, graças à conquista do primeiro título da nova categoria dedicada a 600cc quatro tempos.

Com um excelente trabalho dos italianos, juntamente com a nova equipe Gresini Moriwaki. Um balanço da saúde mental, psicológico, o que lhe permitiu gerir a liderança no acumulado do primeiro semestre da temporada, sem arriscar muito.

Inicialmente, com sua volta a categoria principal da MotoGP, as chances eram duas, LCR Honda ou Pramac Ducati. Agora, com De Puniet no vermelho, parece o destino certo da equipe de Toni Lucio Cecchinello.

Elias vai engrossar a esquadra espanhola composta por Pedrosa, Lorenzo, Barbera, Bautista e Espargaro. No momento só podemos desejar-lhe boa sorte e aguardar para ver todos os pilotos brigando nas pistas. Bem-Vindo de volta Toni!